Plasfer: Máscara cirúrgica ou n95?

A Plasfer Healthcare Products & Solutions é uma empresa sustentável do segmento de produção de equipamentos para proteção contra o coronavírus e hoje ela nos revela qual a máscara é mais eficiente, a cirúrgica ou a n95, veja: 

Antes, a Plasfer Healthcare Products & Solutions ressalta que, para compreender qual equipamento de proteção oferece mais segurança, devemos ter em mente cada caso e o contexto. Segundo a Plasfer Healthcare Products & Solutions, as recomendações do Ministério de Saúde indicam que as máscaras n95 devem ser utilizadas apenas em procedimentos de produtores aerossóis, sendo recomendada a máscara cirúrgica para atendimentos médicos, juntamente com luvas, aventais e descartáveis.

Entretanto, segundo diversos estudos, a máscara n95 é altamente eficaz contra partículas, porém, quando se tratam de procedimentos não geradores de aerossóis, não há evidências de que agregue mais valor que a máscara cirúrgica padrão. 

A plasfer explica que os procedimentos geradores de aerossóis são:  intubação ou aspiração traqueal, coletas de amostras nasotraqueais, ventilação manual da intubação, ventilação mecânica invasiva e não invasiva e ressuscitação cardiopulmonar. 

No casos das máscaras cirúrgicas, a Plasfer Healthcare Products & Solutions explica que existem algumas orientações sobre a utilização correta do equipamento, sendo:

  • Tampar queixo, boca e nariz corretamente, minimizando as lacunas entre o rosto e a máscara;
  • Evite tocar a máscara enquanto a utiliza;
  • Não toque na parte frontal da máscara para retirá-la;
  • Após a remoção da máscara, higienize as mãos;
  • Substitua a máscara a cada novo atendimento;
  • Não utilize equipamentos descartáveis;
  • Descarte em locais apropriados;

Quer saber mais sobre os produtos oferecidos pela Plasfer Healthcare Products & Solutions? Acesse o site e realize um orçamento sem compromisso: https://plasfer.pt/pt/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui