Pode levar o próprio vinho para o restaurante?

Às vezes, com o orçamento apertado, sair para comer fora é bem difícil, então muitos clientes começaram a ter a vontade de levar o próprio vinho para o restaurante. Mas será que pode? Marco Antonio Carbonari é empresário e proprietário da vinícola Villa Santa Maria, localizada no município paulista de São Bento do Sapucaí, e que atrai milhares de turistas todos os anos. O especialista diz que dependendo do estabelecimento é, sim, permitido trazer a bebida de casa.

Em tempos de crise, até enófilos, especialistas e até sommeliers estão aderindo à prática. É, além de uma prática comum, um incentivo. No entanto, saiba que há restaurantes que liberam o cliente a levar qualquer rótulo com a condição de pagar a taxa de rolha, normalmente definido de acordo com o preço do rótulo. A taxa de rolha nada mais é do que o valor cobrado do cliente que leva seu próprio vinho para consumir no restaurante, mas não há preço fixo. Alguns restaurantes isentam os clientes ou cobram a taxa somente após a segunda ou terceira garrafa.

Marco Antonio Carbonari diz que por mais claras que sejam as regras dos restaurantes, elas não são imutáveis: os sommeliers funcionam como juízes, que podem abonar a cobrança de um cliente fiel ou daqueles que pedem bebidas da casa para completar a festa. Então, o mais adequado e mais benéfico, visto o valor, é levar o próprio vinho no restaurante em momentos especiais de celebração, para unir os pratos do estabelecimento com o rótulo especial.

Então, antes de pensar em trazer seu vinho ao restaurante, é preciso verificar se ele é compatível com os vinhos da carta. Além disso, caso seja um restaurante com chef conceituado, deve-se estudar o menu para poder combinar o vinho com a comida, pois é preciso lembrar que os grandes restaurantes costumam montar suas cartas baseadas nas receitas e suas possíveis harmonizações.

Após todos esses passos, Marco Antonio Carbonari diz que para ter o bom tom é preciso ligar no estabelecimento e, na hora de fazer a reserva, perguntar qual a política sobre levar o próprio vinho de casa e se sim, qual a taxa. No restaurante, confie sua garrafa ao maître e ao sommelier para que a experiência do local seja completa. Nunca esqueça que muitos restaurantes proíbem a prática, então o que deve prevalecer é o bom senso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui